• Ton Müller

Os Eventos Pós Pandemia (15 anos, Formaturas, Casamentos, etc)

Muitos se perguntam o que vai ser dos eventos daqui para frente não é mesmo? Podemos nos desesperar ou reinventar a roda. O que sabemos é que os governantes estão pouco se lixando para a classe de trabalhadores de eventos, liberando atividades que pela lógica promovem então a contaminação em massa muito maior do que um evento controlado. Mas bem, este post não é pra falar dos erros das organizações governamentais mundo afora, mas sim de como voltar aos eventos que tanto amamos…

Hoje no Brasil, só na área de Shows e eventos são mais de 1 MILHÃO de profissionais afetados. Isso mesmo que você leu, dá pra imaginar quantas famílias dependem da “aglomeração”, a partir de agora, muito mais monitorada e “diferenciada”.

Eventos como casamentos, formaturas e debus tendem a reunir muitas pessoas, grupos, conversas, brincadeiras, abraços e claro, conversa muito próxima devido a hora da festinha após a recepção, jantar e fotos. Como controlar o distanciamento tão falado?

Médicos que criaram o grupo “Médicos pela Verdade” já deixaram claro que usar uma máscara a noite inteira é prejudicial (precisaria ser trocada a cada meia hora ou até menos). A boa higiene, o álcool gel disponível nas mesas, os bons hábitos já ajudariam em grande parte para que os eventos ocorressem, claro que, com o bom senso dos convidados.

Pratos prontos servidos nas mesas, aonde os convidados tendem a ter um distanciamento permitido, mesmo que, automaticamente reduzisse o número de convidados para os eventos, mas não deixando de produzir algo especial.


Outra ideia simples e que já está em funcionamento muito antes do Coronavírus são os eventos diurnos, em locais abertos, isso acontece em várias vinícolas e cafés pela Serra Gaúcha, como se fosse um grande piquenique, ou um mini woodstock (brincadeira). Os eventos se estendem pelo mesmo número de horas que os noturnos, mas são, entretanto, mais calmos e controlados. O que para o fotógrafo é um prato cheio tendo a luz diurna como parceira, não podemos negar.

Os eventos que costumo fotografar sempre priorizo um limite para dar a devida atenção, com média de 120 convidados são eventos que podem ser tranquilamente bem monitorados. Uma mesa redonda aonde antes sentavam-se 6 a 8 pessoas hoje iriam 4 pessoas organizadas por famílias.

A pista de dança claro, essa dentro dos parâmetros é a que mais sofre com o distanciamento já que as danças ficam impossíveis de se controlar, o volume alto faz com que as pessoas venham a falar perto uma da outra e aí já viu… Por isso a música ambiente, conversação mais light seria a saída, e ainda sim, teria evento.

Observando os detalhes acima podemos ver um cenário de evento acontecendo, tanto em 15 anos, quanto formaturas e casamentos. Tudo isso claro até essa nuvem negra passar e então todos poderão desfrutar das festas noite a dentro.

Mas uma coisa é certa, as pessoas estão mudando hábitos de eventos, alguns amando outros odiando, mas que no fim, fará com que todos os profissionais das áreas de evento terão que também, se adaptar.

© 2020 Copyright Ton Müller FOTÓGRAFO

Fotografo de sessões femininas, eventos especiais, shows internacionais e mais.